Linux Portugal
  Login   -   Registar!   -   Password?
    Novo Mirror Português - CeSIUM  
  Documentação Recente   Últimas Perguntas   Ultimos Posts do Forum
  Emular rato pelo teclado numérico
  Forçar o desmonstar de um dispositivo com estado ocupado (busy)
  Fedora 10 - Instalar o source do Kernel
  Linux numa Pen Drive
  Kanguru Huawei e220 - OpenSUSE 10.2
  Terminal Linux no Windows
  Instalando o Oracle Express Edition 10.2 no Ubuntu Server
  instalar o KDE 4 sob MacOS X
  Bloquear o login aos utilizadores
  slackpkg
  Acertar data e hora
  Carregar o SmartArray (HP ml50 e afins na instalação do fedora)
hardware livre
Arranque
Video
Comunidade !
Ligação de camera por firewire
Usar Xubuntu/Mint numa Pen como se fosse o SLAX
Duvidas na resolução de um trabalho
Brasileiros podem participar do fórum?
Começando no Fórum
Qual a melhor distribuição para uma loja?
Instalação Linux
Instalação de pacotes não confiáveis
ASUS ROG TOURNAMENT - LEAGUE OF LENGENDS & CS: GO
Barbini - [2014-03-03 13:57:49 ]

MEO XLPARTY FIL 2013 - INSCRIÇÕES & TORNEIOS
Barbini - [2013-11-26 11:07:34 ]

O Worten Ultimate Challenge está de volta!
Barbini - [2013-10-30 12:06:30 ]

Olé, um game de drible e gol - jogue grátis
mattpaulo - [2013-07-21 22:54:37 ]

Worten Ultimate Challenge PES 2013 - GT5
Barbini - [2013-06-17 14:11:50 ]

MEO XLPARTY - EXPOCENTRO - POMBAL 2013
Barbini - [2013-06-14 17:16:08 ]

Simplicidade a armadilha do 80/20
mattpaulo - [2013-05-04 20:29:13 ]

Ligar e desligar o PC Remotamente
soneca - [2012-11-02 18:25:02 ]

Add to Google Reader or Homepage   Add to Pageflakes      Add to netvibes   Adicione o artigo ao del.icio.us
Documentação


Como usar o Wget!
 
Wget é um utilitário para os sistemas operativos Linux e mac.

Wget – pode ser encontrado no site GNU.org - é uma aplicação da linha de comando para aceder a conexões do ftp, HTTP e https. Eu acho bastante útil para download de ficheiros, deixando por vezes o processo em background podendo assim continuar o meu trabalho na sessão actual.

Adicionalmente, desde que se pode passar nomes e senhas de utilizadores, é poderoso para o uso upload’s de sites web, por exemplo.

Finalmente, Wget pode ser programado usando o cron, facilitando assim por vezes alguns processos de replicação de dados, entre outros tipos de situações que podem surgir.

1)Fazendo download de um ficheiro remoto:
------------------------------------------------------------
wget http://somedomain.com/public/remotefilename.tar.gz
or wget ftp://somedomain.com/public/remotefilename.tar.gz
------------------------------------------------------------

Wget em conexões ftp usa por default o modo binary contudo caso necessite da opção ascii basta acrescentar a opção ';type=a' (sem as plicas) no fim dos exemplos apresentados anteriormente.

2)Fazendo download com autentificação
------------------------------------------------------------
wget username:password @http://somedomain.com/reg/remotefilename.tar.gz
or wget username:password @ftp://somedomain.com/reg/remotefilename.tar.gz
------------------------------------------------------------

3)Utilizando uma porta diferente das portas padrão
------------------------------------------------------------
wget username:password @http://somedomain.com:portnumber/reg/remotefilename.tar.gz
or wget username:password @ftp://somedomain.com:portnumber/reg/remotefilename.tar.gz
------------------------------------------------------------

4) Os diretórios inteiros podem também ser transferidos de um sitio para outro, isto é movendo por exemplo um Web site para o novo serviço de alojamento. Dou como exemplo o acesso ftp por ser o mais eficaz para este género de situação. Eu uso também a opção (-o) para registar o processo de transferência. Deve-se também usar a opção recursive (- o r) para recrear a estrutura do directório no novo destino.
------------------------------------------------------------
wget -o mylogfile -r myuser:mypass@ftp://mydomain.com/
------------------------------------------------------------

Outras opções interessantes:

--passive-ftp: para usar o wget por traz de firewalls

-nd: não cria a estrutura de directórios na maquina remota.

--cookies=on/off: Se o site remoto necessita de cookies activos

--retr-symlinks: irá transferir os ficheiros apontados por links simbólicos
Escrito por: HelderSoaresTestado em: REDHAT( 7.0 )
Comentário de: simao
Com o wget também possivel usar proxys http e ftp, para isso fazendo man wget veja informação sobre as variáveis http_proxy e ftp_proxy, e também sobre as opções --proxy-username e --proxy-passwd.

Comentário de: simao
Se deseja o wget para o windows instale o UNXUTILS, no qual este está incluído.

Link




Voltar atrás

Endereço de email:


Linux Portugal RSS




    Revista Espirito Livre
    Fedora Release
    Ubuntu Release
Desenvolvido pela equipa GNU/Linux Portugal (2005)
Ver código da página
Como usar o Wget! - Linux Portugal