Linux Portugal
  Login   -   Registar!   -   Password?
    Novo Mirror Português - CeSIUM  
  Documentação Recente   Últimas Perguntas   Ultimos Posts do Forum
  Emular rato pelo teclado numérico
  Forçar o desmonstar de um dispositivo com estado ocupado (busy)
  Fedora 10 - Instalar o source do Kernel
  Linux numa Pen Drive
  Kanguru Huawei e220 - OpenSUSE 10.2
  Terminal Linux no Windows
  Instalando o Oracle Express Edition 10.2 no Ubuntu Server
  instalar o KDE 4 sob MacOS X
  Bloquear o login aos utilizadores
  slackpkg
  Acertar data e hora
  Carregar o SmartArray (HP ml50 e afins na instalação do fedora)
Intalar TP-Link em Fedora 27
hardware livre
Arranque
Video
Comunidade !
Ligação de camera por firewire
Usar Xubuntu/Mint numa Pen como se fosse o SLAX
Duvidas na resolução de um trabalho
Brasileiros podem participar do fórum?
Começando no Fórum
Qual a melhor distribuição para uma loja?
Instalação Linux
ASUS ROG TOURNAMENT - LEAGUE OF LENGENDS & CS: GO
Barbini - [2014-03-03 13:57:49 ]

MEO XLPARTY FIL 2013 - INSCRIÇÕES & TORNEIOS
Barbini - [2013-11-26 11:07:34 ]

O Worten Ultimate Challenge está de volta!
Barbini - [2013-10-30 12:06:30 ]

Olé, um game de drible e gol - jogue grátis
mattpaulo - [2013-07-21 22:54:37 ]

Worten Ultimate Challenge PES 2013 - GT5
Barbini - [2013-06-17 14:11:50 ]

MEO XLPARTY - EXPOCENTRO - POMBAL 2013
Barbini - [2013-06-14 17:16:08 ]

Simplicidade a armadilha do 80/20
mattpaulo - [2013-05-04 20:29:13 ]

Ligar e desligar o PC Remotamente
soneca - [2012-11-02 18:25:02 ]

Add to Google Reader or Homepage   Add to Pageflakes      Add to netvibes   Adicione o artigo ao del.icio.us

Internet / Redes


Segundo estatísticas recentes o Internet Explorer tem perdido bastante mercado, desde o início do ano passado o navegador perdeu 7% do mercado. Já navegadores opensource como o Firefox e Chrome estão crescendo constantemente. O market share do Firefox cresceu cerca de 4% em 2008 e o Chrome cresceu um pouco mais de 1% em seus primeiros meses.Fonte: http://arstechnica.com
[Ler mais]
Colocada por: HelderSoares - 19-01-2009 - Comentarios: 0

KDE


Vale a pena ver os screenshots com as novidades do KDE 4.2:http://adymo.blogspot.comE o novo NetworkManager, que entretanto ainda não estará presente no KDE 4.2: http://vizzzion.org
[Ler mais]
Colocada por: HelderSoares - 19-01-2009 - Comentarios: 0

Genérico / Outros


Desde 12/01 os servidores do MSN deixaram de aceitar logins de IM clientes que usam a versão mais recente da libpurple, isso inclui os mensageiros Pidigin e Adium bastante utilizados na comunidade Open Source. Isso se deve a actualização que a Microsoft fez no protocolo MSNP15, que agora passa a exigir um certificado para obter a lista de contatos do usuário, o que actualmente esses mensageiros não dispõem.http://heyderandrade.blogspot.com
[Ler mais]
Colocada por: HelderSoares - 19-01-2009 - Comentarios: 0

Eventos


A CES foi palco para a apresentação do novo design de referência do Classmate, o modelo da Intel para a evolução que está na base do Magalhães, ou Magellen, na descrição em inglês da versão referida pela fabricante como um dos projectos de maior sucesso de aplicação do conceito. Face aos modelos anteriores, o novo Classmate tem algumas diferenças. A primeira é o facto de pretender abranger um universo mais vasto de alunos, indo além do primeiro ciclo de ensino em que se posiciona o Magalhães. O design é a segunda grande diferença, já que o novo modelo converte-se num tablet para dar mais comodidade aos pequenos utilizadores. O processador também é diferente.
[Ler mais]
Colocada por: HelderSoares - 12-01-2009 - Comentarios: 0

Importante


Os sistemas distribuídos de controle de versões (DVCS) estão começando a ser adoptados pela maioria dos projectos Open Source de alto perfil: Samba, X.org e Ruby on Rails optaram por Git; MySQL, APT e Gnash optaram por Bazaar; e Firefox, NetBeans, OpenJDK e OpenSolaris optaram por Mercurial. Todos migrando de tradicionais sistemas centralizados como Subversion ou CVS. Agora é a vez do GNOME, que começou há algumas semanas a debater em sua lista de discussões qual DCVS migrar seu repositório principal Subversion. Uma pesquisa enviada a mais de 1000 desenvolvedores com contas no Subversion favoreceu o Git, mas não de maneira determinante. O debate continua dentro do projecto.Mais: http://arstechnica.com/newsFonte: http://barrapunto.com
[Ler mais]
Colocada por: HelderSoares - 12-01-2009 - Comentarios: 0

Novidade


O novo dispositivo da Palm, chamado "Pre", dispõe de uma tela multitátil e detecta a posição horizontal/vertical de forma similar ao iPhone, porém tem um teclado oculto embaixo da tela. A plataforma webOS está baseada em Linux e de alguna forma é uma extensão do que estavam preparando durante algum tempo, mas sobre o núcleo Linux há uma apresentação que consiste basicamente de WebKit: todas as aplicações, incluindo as próprias da Palm, são feitas com HTML, CSS e Javascript, e podem fazer chamadas a partes mais profundas do S.O. para certas funcionalidades. A Palm confirmou que haverá uma loja online de aplicações para o novo sistema e SDK disponível publicamente.http://www.engadget.comhttp://www.palm.comFonte: http://softlibre.barrapunto.com
[Ler mais]
Colocada por: HelderSoares - 12-01-2009 - Comentarios: 0

Genérico / Outros


Segundo a revista IEEE Spectrum, o conjunto de patentes do gigante do software é o mais completo. Os portefólios da Intel e da IBM foram classificados logo a seguir. Um grupo de companhias tecnológicas dos Estados Unidos participou num inquérito anual com o objectivo de analisar o portefólio de patentes das principais empresas do sector, tendo a Microsoft surgido na melhor posição. De acordo com o classificador de patentes da revista IEEE Spectrum, o portefólio de patentes da Microsoft é, de facto, o mais completo entre todas as companhias inquiridas, tendo a Intel conseguido a segunda posição e a IBM a terceira. A IEEE Spectrum é uma revista publicada pelo Institute of Electrical and Electronics Engineers, uma organização dedicada tecnologia. O estudo classifica a qualidade do portefólio de patentes das empresas com base num conjunto de factores, nomeadamente o número de patentes emitidas pela companhia em terminado ano, o crescimento do seu portefólio e a variedade das tecnologias patenteadas. O estudo atribuiu à Microsoft, que surge classificada na categoria Computer Software, uma pontuação de 3505, a mais elevada de todas as companhias incluídas no estudo. A Intel, incluída na categoria Semiconductor Manufacturing, recebeu uma pontuação de 2796 e a IBM, na categoria Computer Systems, obteve 2747 pontos. Entre as restantes companhias norte-americanas melhor classificadas neste estudo estão nomes como o da Micron, com uma pontuação de 1707, da Nantero, com 1321 pontos, SanDisk, com 1220 e HP, com 1175 pontos. A aquisição de patentes é vista hoje como uma forma de avaliar as capacidades de uma companhia na criação e desenvolvimento de novas tecnologias, pelo que um sólido portefólio de patentes poderá ser um forte indicador da capacidade de uma determinada empresa de continuar a lançar tecnologias e produtos de grande importância para o seu público-alvo. As empresas também podem utilizar a sua carteira de patentes como forma de perturbar a sua concorrência e obter receitas de empresas que pretendem utilizar as suas tecnologias patenteadas. A Microsoft, por exemplo, alega que detém patentes de tecnologias em Linux, o que foi visto pelos defensores do open-source como uma táctica para dissuadir as pessoas de usar software de código aberto. A Microsoft e outras companhias também detêm acordos de cruzados de licenciamento de patentes, em que as empresas pagam para usar tecnologias patenteadas por outros.
[Ler mais]
Colocada por: HelderSoares - 12-01-2009 - Comentarios: 0

Novidade


Ninguém pode negar que 2008 foi um ano especial para o universo open source. Nunca antes nesse país planeta Linux e cia. Ltda. ganharam um espaço tão especial. Eles estão por toda parte, desde o coração dos netbooks até o sistema operacional do Google para dispositivos móveis (o Android), o navegador do Google (Mr. Chrome), e por aí vai. Por isso, o site InformationWeek decidiu classificar os 10 maiores acontecimentos do mundo open source neste ano que passou, e o BandTec Channel selecionou o TOP 5 para você relembrar.5. Ubuntu 8.10 e Fedora 10Duas das maiores distribuições Linux do mercado atingiram novos patamares este ano. A versão 8.10 do Ubuntu, batizada de Intrepid Ibex, trouxe o pinguim para um novo nível de usabilidade e confiabilidade, adicionando melhorias para o acesso móvel à internet e a possibilidade de instalar o sistema a partir de um pendrive. Já o Fedora (a distribuição não comercial da Red Hat), trouxe na versão 10 um novo sistema de arranque, melhores características de provisionamento remoto, compartilhamento de conexão wireless e o Firstaidkit, uma ferramenta anti-desastre. Se 2008 não foi o "ano dos desktops com Linux", ele pelo menos tentou.4. A Sun está bem quenteApesar das vendas murchas, altas demissões, preço decadente das ações e consumidores migrando para outros pastos (principalmente Linux), a companhiaa tem apostado esperançosamente em seus compromissos com as soluções open source como uma saída tanto para a empresa quanto para os acionistas. Não se pode dizer que a Sun não está tentando. Sob seu patrocínio, o OpenOffice chegou à esperada versão 3 e o sistema Solaris teve seu código aberto este ano, lançado numa versão amigável a desktops. Talvez mais significante do que isso, a Sun comprou o banco de dados de código aberto MySQL, trazendo entusiasmo aos seus fãs e a ambas as companhias. Agora resta saber se o MySQL vai afundar junto com a Sun ou se há uma mudança de direção a caminho.3. A ascensão (e queda de preços) dos NetbooksO ASUS Eee PC e seus sucessores provaram que nem todo mundo precisa de uma máquina super possante para fazer o trabalho. Um netbook fornece conexão à internet, processamento de texto e um leque de outras tarefas comuns, tudo numa maquininha que custa menos de R$ 1.000,00. Embora alguns modelos mais recentes tenham Windows XP, foi o Linux e seu baixo custo que deram o gás necessário para a acelerada expansão dos mini-notebooks. Hoje sabemos que os netbooks foram uma aposta melhor que os desktops com Linux, que, sem monitor, custavam a mesma coisa. E a descida dos preços das pequenas maravilhas ainda não parou. Na verdade, está só começando. Já há planos por aí de lançamentos na faixa dos US$ 100,00 ou até menos, isso sem as mensalidades obrigatórias que você paga quando compra, por exemplo, um iPhone subsidiado.2. Lançamento do Google ChromeMais um browser para esquentar a guerra. Mas este já chega com chances reais de destronar o Internet Explorer, da Microsoft. O Chrome não só tem a marca do Google, mas foi desenhado de uma maneira totalmente inovadora, reunindo o que o Google considerava o melhor de cada concorrente e montando tudo numa arquitetura leve, rápida e preparada contra travamentos. É verdade que o Chrome ainda não está completo, mas já estreou mandando para o espaço os concorrentes menores e, com as novas estratégias, se prepara para caminhar rumo ao terreno do (ainda) parceiro Firefox e do chefão Explorer. Separe seu saco de pipocas e se ligue, que essa guerra é divertida de assistir.1. Lançamento do Google AndroidEsse promete mais do que o Chrome. O sistema operacional do Google para dispositivos móveis já é apoiado diretamente por 47 gigantes da indústria, que vão abrir mão de suas soluções individuais para fornecer o impulso que o Android precisa para liderar com folga o novo mercado. Mesmo que o primeiro smartphone com o sistema (o G1, da HTC) tenha sido eclipsado pelo iPhone 3G, o Android já deu uma amostra do que é (e principalmente do que está se tornando) capaz. Parece o primeiro passo em direção ao sucesso. Em reação a esse lançamento promissor, a Nokia arrematou o pedaço que ainda não detinha da Symbian e abriu o código do programa, disponibilizando-o sob a licença pública Eclipse. Outra guerra que vai valer a pena acompanhar. Estamos de olho. :)
[Ler mais]
Colocada por: HelderSoares - 5-01-2009 - Comentarios: 0

Novidade


A Oracle anunciou a contribuição de um código de proteção da integridade dos dados para a comunidade Linux. A contribuição foi aceita no kernel do Linux 2.6.27.
[Ler mais]
Colocada por: HelderSoares - 5-01-2009 - Comentarios: 0

Recentes
Antigas
Endereço de email:


Linux Portugal RSS




    Revista Espirito Livre
    Fedora Release
    Ubuntu Release
Desenvolvido pela equipa GNU/Linux Portugal (2005)
Ver código da página
Linux Portugal - A Comunidade de GNU/Linux em Português para Portugueses - Linux Portugal