Linux Portugal
  Login   -   Registar!   -   Password?
    Novo Mirror Português - CeSIUM  
  Documentação Recente   Últimas Perguntas   Ultimos Posts do Forum
  Emular rato pelo teclado numérico
  Forçar o desmonstar de um dispositivo com estado ocupado (busy)
  Fedora 10 - Instalar o source do Kernel
  Linux numa Pen Drive
  Kanguru Huawei e220 - OpenSUSE 10.2
  Terminal Linux no Windows
  Instalando o Oracle Express Edition 10.2 no Ubuntu Server
  instalar o KDE 4 sob MacOS X
  Bloquear o login aos utilizadores
  slackpkg
  Acertar data e hora
  Carregar o SmartArray (HP ml50 e afins na instalação do fedora)
hardware livre
Arranque
Video
Comunidade !
Ligação de camera por firewire
Usar Xubuntu/Mint numa Pen como se fosse o SLAX
Duvidas na resolução de um trabalho
Brasileiros podem participar do fórum?
Começando no Fórum
Qual a melhor distribuição para uma loja?
Instalação Linux
Instalação de pacotes não confiáveis
ASUS ROG TOURNAMENT - LEAGUE OF LENGENDS & CS: GO
Barbini - [2014-03-03 13:57:49 ]

MEO XLPARTY FIL 2013 - INSCRIÇÕES & TORNEIOS
Barbini - [2013-11-26 11:07:34 ]

O Worten Ultimate Challenge está de volta!
Barbini - [2013-10-30 12:06:30 ]

Olé, um game de drible e gol - jogue grátis
mattpaulo - [2013-07-21 22:54:37 ]

Worten Ultimate Challenge PES 2013 - GT5
Barbini - [2013-06-17 14:11:50 ]

MEO XLPARTY - EXPOCENTRO - POMBAL 2013
Barbini - [2013-06-14 17:16:08 ]

Simplicidade a armadilha do 80/20
mattpaulo - [2013-05-04 20:29:13 ]

Ligar e desligar o PC Remotamente
soneca - [2012-11-02 18:25:02 ]

Add to Google Reader or Homepage   Add to Pageflakes      Add to netvibes   Adicione o artigo ao del.icio.us
Documentação


Como criar patches ?
 
Os patches são largamente usados não apenas no desenvolvimento do Kernel, mas em praticamente todos os projectos open-source. Um patch nao é nada mais é do que um ficheiro de texto que contem as diferenças entre dois ficheiros, uma forma prática de enviar correções e modificações para os gestores dos projectos.

Por serem pequenos, os patches podem ser facilmente enviados via e-mail e são fáceis de auditar, pois verificar as poucas linhas alteradas, ao invés de ter que analisar o código fonte completo. Enviar um patch pode ser a única forma de ter a sua correcção ou melhoria aceita. Vamos a um exemplo rápido de como criar um patch para um shell script simples, que instala o Acrobat Reader no Debian:


apt-get install acroread
apt-get install mozilla-acroread
ln -sf /usr/lib/Adobe/Acrobat7.0/browser/intellinux/nppdf.so
/usr/lib/firefox/plugins/nppdf.so

Imagine que o script faz parte de um programa maior, que está localizado na pasta programa/, dentro do seu diretório home, junto com outros ficheiros. O ficheiro do script por coincidência chama-se "script".

O script original não funciona correctamente e você descobriu que o programa são dois erros simples nas localizações das pastas. Depois das modificações, o script ficou:

apt-get install acroread
apt-get install mozilla-acroread
ln -sf /usr/lib/Adobe/Acrobat7.0/Browser/intellinux/nppdf.so
/usr/lib/mozilla-firefox/plugins/nppdf.so



É necessário agora gerar um patch e enviá-lo para o gestor do programa, para que ele possa aplicar a sua correção. Para isso, vai precisar de duas pastas, uma que contem o código fonte do programa original e outra que contem o código fonte depois de suas alterações.

Não importa se você alterou apenas um ficheiro ou se fez alterações em vários. O patch vai conter todas as diferenças entre as duas pastas. Imagine que a pasta original se chama "programa" e a pasta com as modificações se chama "programa-mod". O comando para gerar o patch seria:


$ diff -uNr programa programa-mod/

diff -uNr programa/script programa-mod/script
--- programa/script 2005-08-09 11:38:55.000000000 -0300
+++ programa-mod/script 2005-08-09 11:38:47.000000000 -0300
@@ -1,4 +1,4 @@
apt-get install acroread
apt-get install mozilla-acroread
-ln -sf /usr/lib/Adobe/Acrobat7.0/browser/intellinux/nppdf.so
-/usr/lib/firefox/plugins/nppdf.so
+ln -sf /usr/lib/Adobe/Acrobat7.0/Browser/intellinux/nppdf.so
+/usr/lib/mozilla-firefox/plugins/nppdf.so



Veja que ele devolve as diferenças directamente na tela. Para que ele gere o patch, direcione a saída do comando para um ficheiro:


diff -uNr programa programa-mod/ > patch



E já está. O primeiro patch está pronto, espero que seja o primeiro de muitos outros. Basta envia-lo por e-mail para o gestor do programa, explicando o que foi feito.

Para aplicar seu patch, o gestor do programa tem de aceder a pasta com o código fonte do programa (a pasta programa/ no exemplo) e, dentro dela, usar o comando:


$ patch -p1 < /algum_lugar/patch

Escrito por: Luis RodriguesTestado em: NAO LISTADA/GERAL( 0 )



Voltar atrás

Endereço de email:


Linux Portugal RSS




    Revista Espirito Livre
    Fedora Release
    Ubuntu Release
Desenvolvido pela equipa GNU/Linux Portugal (2005)
Ver código da página
Como criar patches ? - Linux Portugal